Qual exame para herpes?

A herpes é uma doença causada apor vírus com um grande número de portadores ao redor do mundo. É uma doença do tipo infecciosa, ou seja, você pode contrair por meio de contato direto com pessoas contaminadas ou objetos, mas este último tipo de contágio é bem mais rato de acontecer. O contágio pode acontecer na hora, mas os primeiros sintomas começam a acontece entre uma e duas semanas após.

exame-para-herpes




Existem dois tipos de herpes, a causada pelo vírus HSV-1 e a do tipo HSV-2. A mais comum é a do tipo HSV-1, podendo contaminar lábios, boca e face. É também conhecida como Herpes do carnaval porque com o seu contágio pode acontecer por meio de beijo, sendo por anos uma doença muito propagada durante o feriado. Apesar dos adultos serem os mais contagiados, é comum na infância também. O sintoma mais comum é o surgimento de feridas na região da boca e lábios, infecções nos olhos e nos casos mais graves meningoencefalite. O contato é feito por saliva infectada, ganhando o apelido da herpes do beijo. Os adultos possuem uma maior resistência a doença, mas mesmo assim o contágio é muito simples.

Já o tipo HSV-2 é a herpes sexualmente transmissível. O vírus é transmitido de pessoa para pessoa por meio da secreção do ato sexual, tendo ou não havido organismo. É muito comum não haver sintomas visíveis ou qualquer sinal que a doença foi transmitida, mas podem surgir feridas na região genital tanto do homem como da mulher. Pode acontecer em um mesmo paciente a infecção cruzada, do genital nos lábios por meio de sexo oral. 


Os principais sintomas dos dois tipos de herpes são:

  • feridas na pele na região afetada como boca, lábios, olhos e na região genital
  • febre
  • Nódulos linfáticos em pescoço e virilha

Como funciona o exame para herpes?

Uma das formas mais simples de diagnóstico é o clínico por meio do exame das feridas. As feridas da herpes são diferentes e um clínico geral, urologista, dermatologista, infectologista ou ginecologista. Mas a forma mais segura é uma análise laboratorial com exames médicos como exames de sangue, análise de anticorpos por meio de extração de amostra da lesão e cultura viral da lesão.

Tratamento para herpes

O tratamento para herpes é feito com base em medicamentos antivirais por um período curto de tempo. Contudo, caso o paciente esteja com a imunidade baixa e os episódios de herpes forem recorrentes, o indicado é um tratamento prolongado sempre com o acompanhamento médico. O profissional de saúde é o responsável por receitar os medicamentos levando em consideração o estado do paciente e o episódio analisado em isolado em como um todo. Tratar a doença de forma errônea e com medicamentos incorretos pode tornar a infecção viral ainda mais forte e prolongar o problema.

Os medicamentos mais usados são Aciclovir, Ezopen, Ezopen e Penvir. A dosagem e a duração do tratamento depende do grau de infecção e apenas um médico pode avaliar para elaborar a receita. Em casos graves a internação pode ser necessária para um tratamento mais rigoroso.

https://www.youtube.com/watch?v=6DraDOkseKw


Deixe um comentário